Alscience incentivando e apoiando novos talentos.

O estudante de 19 anos Laércio Matheus, empregado do Laboratório de Metrologia da Alscience , participou do programa educacional INOVA SENAI 2018. Laércio foi aluno do curso de Eletromecânica no SENAI e junto com colegas, desenvolveu um projeto inovador para concorrer no edital nacional do INOVA SENAI 2018. O INOVA SENAI 2018 é uma iniciativa do SENAI nacional que tem como objetivo principal mostrar que "boas ideias também surgem dentro de casa".

 

 

 Fonte: Divulgação

 

O prêmio desafia alunos e docentes da instituição a colocar em prática seus conhecimentos

para desenvolver produtos e processos inovadores alinhados às necessidades e aos

interesses da indústria brasileira. Os melhores projetos são apresentados a um fórum de

investidores que podem tirar a ideia do papel e levar o processo ou o produto em escala

comercial para o mercado.

 

O projeto chamado "Grãos em Dose Certa" se propôs a resolver a problemática de uma

indústria de soja no estado de Rondônia, onde os elevadores transportadores de soja eram

sobrecarregados por terem que passar uma grande quantidade de soja de uma só vez,

onde somente um funcionário fazia a contagem de toda a soja que passava nesses

elevadores. Além de todo o risco envolvendo o funcionário responsável por esta contagem, a

sobrecarga no elevador gerava uma constante queima dos motores deste equipamento.

 

 Fonte: Divulgação

 

A solução proposta pelo grupo de Laércio foi de automatizar todo o sistema, oferecendo a

possibilidade de a empresa programar a quantidade correta de soja que deve passar pelos

elevadores. O resultado foi uma redução significativa na sobrecarga do equipamento e

também zerando o risco que o funcionário corria constantemente, que agora pode ficar em

uma sala operando todo o sistema de longe, controlado via software ou app.

Foram 50 projetos apresentados aos jurados no início deste mês de julho e o projeto Grãos em Dose Certa foi um deles, alcançando o honrado vigésimo quinto lugar na competição.

 

A Alscience acredita que o primeiro passo para incentivar os funcionários é fazer com que

eles saibam que o trabalho deles é importante.

E também lembrá-los que trabalham para uma causa maior. Dessa forma é possível dar sentido àquela ação mecânica do dia a dia.

 

É importante para a Alscience que o empregado se sinta incentivado,percebendo como sua atividade afeta outras em áreas da empresa e a sua real importância nesse processo.

Parabéns Laércio!

Share on Facebook
Share on Twitter
Compartilhe no LinkedIn
Please reload

Posts em Destaque

O que acontece com as peças do carro de Fórmula 1 depois de uma corrida?

September 11, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags